As amantes

É certo que a amo

Amei-a sem protestar

Amei-a sem pestanejar

Amei-a mesmo sem planejar

.

E meu amor por ela

É bonito com um brilho lilás

Que aparece de surpresa

Como uma jogada de ás

.

Mas é perigoso

Que uma tela monocromática

Como ela

Se apaixone por uma abstrata, caótica tela

Como eu

.

Ela tira fôlegos alheios

Enquanto eu quero

Eu mesma tirar o meu fôlego

De mim, dos meus pensamentos cheios

De desassossego

.

A vida nos manipula

Elas nos dá pequenas recompensas

Pare que fiquemos propensas

A nos mantemos reféns dela

Para que controlemos o desejo de fugir

E para o nada partir

E uma das melhores recompensas que ela já me deu

Foi você, o apogeu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s