Shitty Poetry

The world is a bitter cage

Much bitter than your heart

Can you imagine something like that?

When you touched me

My heart went on a metastasis process

It was just a matter of time

Till I figurered it out

Now I’m bored

Boredom, love brings it

It’s just a shitty poetry

Try to see through it.

But really, it’s me.

I’m sorry, my love

You don’t deserve to hear any of these words I wanna say to you

But you will

You’re ugly

I could never love you

I hate you

For trying to make me love you

I despise you

For loving me

How could you think I could love someone?

How could you be good to me?

How could you think we could be

More than just friends?

How could you invest in me?

I’m a fucking weirdo

With a fucked up mind

I hope one of us die of cancer soon

So I won’t have to see your face

So you won’t touch me

And say you love me

And be around me

Oh, dear, you bore me

Please, beat it.

Nada a ver

Te ver com outra me dói demais

Dói mais porque estou sozinha

Eu fico mesquinha

Acalentando minha melancolia

 

Ter que trabalhar é sufocante

Quando o suicídio é um pensamento constante

Ter que viver como se nada estivesse acontecendo

É para isso que as pessoas estão nascendo?

 

Ontem ele se matou

E um ano atrás foi meu amigo

E dez anos atrás foi meu tio

Muitas vezes por pouco não foi comigo

Podia ter sido eu

Podia ter sido eu

 

A vida pode até ser bela

Mas é cruel

E os dias matam

O amor arqueja

A empatia desvanece

A resiliência some

Seu coração fica mole

E o cianureto ele engole.

Sapatão, xy não.

Como é difícil ser sapatão

Pra todo lado uma porrada

Pra todo lado bi heterocentrada.

 

Pra todo lado discurso acadêmico

Pra todo lado feminismo falocêntrico

 

Como confiar no feminismo

Se as mina que deveriam nos entender

Tão mais preocupada em entender xy?

 

XY no feminismo

XY no banheiro

XY em cada canteiro

XY no mundo inteiro

 

Pras sapatão um mundo inteiro

De agressão

Marginalização

Estupro corretivo

Fetichização

E morte invisível

Porque não somos xy.