Sempre só

Essa melancolia que não passa

Estou sempre à caça

De alguém

Volto pra casa sem ninguém

 

Alguém pra escutar um joy division no chão

Alguém pra achar linda minha rouquidão

Alguém pra pegar na minha mão

E saber soltar também

Alguém que me faça me sentir alguém

 

E por mais que tenha gente

Que me aguente

Que me tire dessa amargura que suga todas as minhas qualidades

Só dura um segundo

E tudo volta a ser oco no mundo

 

Sempre só

Na minha garganta cresce um nó

Sempre solitária

Me sentindo uma otária

Por não conseguir amar você

Por não conseguir esquecer você.

 

Bad life

The sky is blue and it hurts my vision cause the world has turned gray
Why does the beauty makes me so sad?
I can’t help but making life bad
Bad life
Bad life

It’s hard to see the world as something fine
It’s hard not to see myself as someone pine

It’s hard to pretend I’m fine
It’s hard to eat when I dine

It’s hard to avoid death
It’s hard not to do meth
Bad life
Bad life

Bipolar

É difícil ver o mundo como algo bom
É difícil me ver como algo bom
É difícil aguentar a vida sem velanfaxina, aristab e depakote
É difícil não guardar meus sentimentos num pote

Borderline-bipolar
Pra sempre enchendo o seu saco
Pra sempre procurando um lar
Nesse mundo de desencontros
Incertezas e apatias
Nesse mundo de conceitos prontos

Será que há lugar pra mim, será que há lugar pra mim
Eu não vejo um fim
Nesse poço de contradiçoes, ideias amorfas
Eu não consigo encontrar rimas para o meu pesar
Eu não vejo a falta de sentido passar

Untitled

Nossa nudez é sequestrada pela pornografia
Nos privam de nossa empatia
Nossos seios eles tampam
Mas num video de estupro eles amam

Não podemos nos amar
Eles só querem nos calar
Acoadas querem nos deixar
Mas não vamos nos conformar

Foda-se Deus, acima de tudo eu amo minhas irmãs
Quero ajudá-las todas as manhãs
Passar as tardes trocando nossas dores
E as noites compartilhando nossos amores